SHARE
selecao-brasileira-esta-com-uniforme-na-mira-de-empresa-da-china-Futebol-Latino-18-06
Foto: Reprodução/Internet

A dominação da fornecedora de material esportivo Nike quando o assunto é a camisa da Seleção Brasileira chegou ao seu maior ponto de ameaça nos últimos anos. E essa ameaça tem nome e nacionalidade: A empresa chinesa 361° Sport.

Leia mais: Daniel Alves exalta atleta sempre colocado como seu inimigo
Brasileiro é homenageado pela torcida em jogo da J-League

De acordo com informações que foram apuradas pela revista Veja através da coluna Radar Online, a companhia do oriente está observando a situação de pressão que vive a Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Com as investigações do FBI em detrimento do caso “Fifagate”, a Nike tem estudado seriamente terminar o vínculo com a CBF para evitar com que efeitos negativos do caso possam respingar na imagem da empresa.

Sendo assim, a 361°, que já esteve presente no Brasil quando foi a fornecedora de material para algumas delegações, voluntários e árbitros nas Olimpíadas do Rio-2016, entraria em cena não só visando estampar a camisa da Amarelinha, mas também querendo “seduzir” grandes clubes do futebol brasileiro.

Caso essa manobra tenha sucesso, o ambicioso objetivo de conseguir ter mais influência do que a Nike no mercado nacional dentro de um espaço de 10 anos colocado pela empresa esportiva da China certamente pode ter seu prazo encurtado.