COMPARTILHAR
Internacional-Cianorte-Copa-do-Brasil-Futebol-Latino-01-03
Foto: Arte Futebol Latino

A superioridade técnica prevaleceu e, diante do Internacional no Beira-Rio pela Copa do Brasil, o Cianorte não resistiu e acabou sendo derrotado por 2 a 0.

Leia mais: Vitória faz promoção de bilhetes para duelo contra o Jacobina
Com Mena fora, Léo Pelé quer aproveitar a chance: “Não vim aqui para passear”

Logo com seis minutos de jogo, a partida teve para cada lado uma ótima chance de abertura do marcador em Porto Alegre.

Enquanto o zagueiro do Inter, Klaus, cabeceou de maneira certeira e só não marcou porque o lateral Arroyo cortou em cima da linha, uma trapalhada da zaga Colorado deixou André Luis cara a cara com Marcelo Lomba e o meio-campista chutou com força, porém em cima do arqueiro adversário.

O Cianorte não se intimidava com os donos da casa e tentava trocar passes a frente, mas achava pouco espaço e dava oportunidades do Inter pegar os paranaenses fora da melhor posição defensiva. Em uma dessas oportunidades, aos 15 minutos Roger recebeu uma linda enfiada de Iago, mas bateu desequilibrado e, de tanto tirar do alcance do goleiro João Gabriel, tirou também do gol.

A equipe gaúcha começou a mandar na partida e a chegar no ataque em diversas oportunidades. Contando o time do interior do Paraná com o reflexo de João Gabriel em pelo menos duas defesas importantes além do travessão em cobrança de falta primorosa de D’Alessandro.

No segundo tempo, os anfitriões seguiram mais ofensivos apesar da redução do ritmo. Porém, com precisão aumentada, aos sete minutos o Inter finalmente conseguiu o tão perseguido primeiro gol.

Após jogada em velocidade pelo lado direito, o meia-atacante Marcinho fez o cruzamento e, após a bola passar por cima de Patrick, Iago entrou em liberdade para chutar de primeira e contar com o desvio em Gerônimo, 1 a 0 Colorado.

A partida, que já estava a mercê do Colorado, ficou ainda mais aos 22 minutos quando Edenílson se aproveitou de uma bela trama da ofensiva do Internacional e, adentrando a grande área adversária, bateu de chapa usando o pé esquerdo no contra-pé de João Gabriel.

A questão física também foi visivelmente uma adversária dura para o Cianorte que, precisando correr atrás do Inter o tempo todo, se desgastou e chegou aos minutos finais visivelmente “sem fôlego”.

Com isso, além de seguir investindo sem sucesso em busca do terceiro tento, o time do Rio Grande do Sul administrou a posse e sacramentou a vitória.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 2 X 0 CIANORTE
Local: Beira-Rio, Porto Alegre (RS)
Data-Hora: 01/3/2018 – 19h15
Público/renda: 13.192 pessoas/R$ 259.485,00
Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Auxiliares: Neuza Ines Back e Thiaggo Americano Labes (ambos de SC)
Cartões amarelos: Victor Cuesta, Edenílson, Klaus, Iago, Brenner e D’Alessandro (INT); João Gabriel, Arroyo, André Luis, Montoya e Richarlyson (CIA)
Cartões vermelhos: –
Gols: Iago (7’/2°T) e Edenílson (22’/2°T)

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Iago, Victor Cuesta, Klaus e Dudu (Wellington Silva, aos 23′ do 2°T); Edenílson, Rodrigo Dourado, Marcinho (Juan Alano, aos 30′ do 2°T), D’Alessandro e Patrick; Roger (Brenner, aos 37′ do 2°T). Técnico: Odair Hellmann.

CIANORTE: João Gabriel; Gerônimo (Guilherme Lucena, aos 27′ do 2°T) Montoya, Feliphe Gabriel e Arroyo; Sidnei, Richarlyson, André Luis, Murilo (Clebinho, aos 11′ do 2°T) e Maikinho (Everton Morelli, aos 21′ do 2°T); Neto Costa. Técnico: Marcelo Caranhato.