COMPARTILHE
(Foto: Photogamma/Getty Images)

*Por Rodrigo Sturaro

O atual momento da seleção argentina, que ocupa apenas a quinta colocação das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa de 2018, vem despertando as mais diversas opiniões de torcedores, jornalistas e ex-jogadores.

Leia mais: Dois gigantes ingleses de olho na renovação adiada de Suárez com o Barcelona

Conheça os seis duelos de maior rivalidade do continente

O ex-meia da seleção e do Boca Juniors, Juan Román Riquelme, afirmou em entrevista ao canal TyCSports que a Argentina sem Lionel Messi é uma seleção comum.

“Quando Messi está fora por lesão nos tornamos uma seleção banal, podemos perder para qualquer um. Há muito tempo que o defendo e fui muito criticado por isso. Agora que ele esteve ausente e perdemos vários jogos, todos concordam com seu regresso. Temos o sonho que Messi ganhe um Mundial para nós. Com ele em campo, nossa confiança aumenta muito nisso”, disse Riquelme, que fez um pedido para a AFA.

“A seleção tem que jogar em La Bombonera. Jogando lá nos classificaríamos fácil. É o único estádio que se movimenta. Isso não acontece em nenhum outro lugar”, concluiu o ex-jogador.

A Argentina volta a campo nas Eliminatórias no próximo dia 10 de novembro, quando encara o Brasil em Belo Horizonte. Cinco dias depois, os argentinos recebem a Colômbia pela 12ª rodada da competição.