Foto: Divulgação

Sem dificuldades, o Chile cumpriu o seu papel diante da lanterna Bolívia e venceu por 4 a 0. Com o resultado, a Roja ficou com uma das vagas do grupo A, com sete pontos. Enquanto isso, o selecionado boliviano está eliminado.

Leia Mais: Argentina e Paraguai lutam pelas últimas vagas no hexagonal do Sul-Americano
Imprensa chilena cogita substituto para Reinaldo Rueda no Chile

O duelo

Com a possibilidade de empatar para avançar no torneio, o Chile praticou uma partida inteligente sem sofrer maiores sustos. Em ritmo de treino, aos 17 minutos a Roja abriu o placar com González, que aproveitou o escanteio e testou para o fundo das redes.

Assim que abriu o marcador, o Chile diminuiu ainda mais a velocidade do confronto. Enquanto isso, a Bolívia apresentava imensa dificuldade de sair do campo defensivo e pouco chegava.

Na etapa final o confronto ficou mais animado. Os chilenos tentavam acelerar o confronto e o segundo gol veio em linda jogada ensaiada. Na cobrança de falta, Pizarro tocou para Rojas, que de primeira deixou Tati na cara do gol. O camisa 2 bateu forte e venceu o goleiro.

O terceiro quase veio minutos depois. Osses deu belo passe para Aravena na entrada da área, que teve tempo para escolher o canto, mas o chute foi defendido em ótima defesa de Hurtado.

Na casa dos 27 minutos virou goleada. Em passe magistral de Pizarro, Belmar só teve tempo de ajeitar o campo, posicionar o campo e deslocar o goleiro.

Nos minutos finais, em raro momento de qualidade boliviana, o gol de honra por pouco não saiu. Após cruzamento da direita, a bola passou por toda a extensão da pequena área até chegar em Romero, que bateu prensado com o zagueiro e Fierro salvou o Chile.

No último lance do confronto deu tempo do quarto gol. Belmar chegou na linha de fundo e cruzou na medida para Rojas testar e dar números finais ao duelo.