COMPARTILHAR
Foto: Divulgação Boca

Após somar um ponto fora de casa na Libertadores, o técnico Guillermo Barros Schelotto concedeu entrevista coletiva e analisou o desempenho do seus atletas dentro de campo.

Leia Mais: Tevez mantém tabu e fama de carrasco contra o Palmeiras
D’Alessandro: “A sorte tem que voltar para o nosso lado”

De acordo com o treinador, o jogo foi equilibrado e sua equipe não merecia sair de campo com uma derrota. Ainda na visão de Schelotto, o Boca jogou de igual para o Verdão fora de casa, algo que não é fácil.

“Foi uma partida muito equilibrada ao longo dos 90 minutos. Seria injusto voltar para casa derrotado. O empate é muito bom. Aproveito para falar sobre a personalidade que a equipe apresentou, pois chegamos com o intuito de vencer, igualamos com o Palmeiras fora de casa e isso nunca é muito difícil”, expressou.

Sobre o desgaste do elenco, Schelotto acredita que conseguiu dosar seus principais jogadores e acredita que todos podem ser úteis no fim de semana, quando o Boca encara o Independiente, na Superliga Argentina.

“A minha ideia era e utilizar Tevez nos 30 ou 20 minutos finais, já que vem de lesão e Edwin Cardona, que teve uma contratura muscular recentemente. Pelo que demonstraram podem jogar no domingo e isso me tranqüiliza”, finalizou.