SHARE
Mudança-de-calendário-Uruguai-temporada-anual-Futebol-Latino-27-10
Foto: Divulgação

Uma reunião entre a Mutual, entidade que equivale ao sindicato dos atletas profissionais do Uruguai, e o momvimento Mais Unidos Que Nunca (MUQN) prevista para hoje (27) pode antecipar o término da interrupção do futebol no país.

Leia mais: Execução de hino em Sport x Junior Barranquilla teve grande gafe
Torcida do Colo-Colo é a maior do Chile, aponta pesquisa

A principal medida que pode favorecer com que o diálogo se dê de maneira bem mais favorável entre as partes foi a informação dada pelo periódico charrua Referi de que as penalidades impostas a cinco jogadores de futebol, encaradas pela Mutual como ato de represália, seriam retiradas.

Quem acabou sendo o verdadeiro intermediário da possibilidade dessas duas partes conseguirem conversas mais produtivas foi o presidente do Plenário Intersindical de Trabalhadores-Convenção Nacional de Trabalhadores (PIT-CNT), Fernando Pereira.

Ainda segundo o Referi, foi ele quem se apresentou ontem (26) na sede da Mutual e, em uma longa reunião, conseguiu garantir que os processos de ordem penal movidos contra Diego Scotti, Pablo Castro, Matías Pérez, Santiago López e Michael Etulain seriam arquivados.

Além desse aspecto, a Mutual precisará também se posicionar em referência a intimação emitida pela Associação Uruguaia de Futebol (AUF) na última quarta-feira ressaltando a necessidade de cumprir o acordo existente entre a entidade e a PIT-CNT sobre a continuidade do esporte. O prazo vence nessa sexta-feira.