Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print
revelada-doenca-afeta-ha-anos-tecnico-oscar-tabarez-Futebol-Latino-12-07
Foto: Vladimir Rodas/AFP

A iniciativa para que o treinador da seleção do Uruguai, Óscar Tabárez, ganhe uma estátua no pátio da Intendência Municipal de Montevidéu (IMM), órgão que exerce o papel da prefeitura da capital charrua, não irá adiante.

Leia mais: Técnico da Bélgica rejeita assumir seleção da América do Sul
Matías Almeyda se candidata para assumir a Argentina

Por iniciativa do próprio homenageado, segundo informações do jornal uruguaio El País, houve o pedido para que o projeto divulgado no site Montevideo Decide após a ideia do sociólogo Eric Alvez fosse interrompido para evitar qualquer tipo de problema de “unidade social”.

Segundo seu pensamento, apesar de se sentir agradecido pela medida, ele entende que o simples levantamento da ideia já foi suficiente para gerar o que ele mesmo classificou como um “debate intenso envolvendo várias áreas da nossa sociedade.”

Com isso, Óscar Tabárez concluiu que “não gostaria de uma homenagem que implicasse romper com o espírito de unidade e encontro que a seleção nacional busca gerar e fomentar.”

Apesar de aparentemente aceitar a solicitação de El Maestro, o intendente de Montevidéu, Daniel Martínez, não deixou de criticar as pessoas que se mostraram contrárias a medida ou que indicaram ser uma atitude política a mobilização em homenagem a Tabárez:

“Vou ao banheiro e dizem que é campanha política. Existe um grupo de uruguaios que são desconfiados de tudo. Eles acreditam que eles são bons e os restantes são os malvados.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019