SHARE
Foto: Líbero

A semana começou agitada para a seleção do Peru. Na madrugada do próximo sábado, os comandados de Ricardo Gareca encaram a Nova Zelândia, pela repescagem da Copa do Mundo e na visão do técnico rival, o selecionado sul-americano é favorito para ficar com a vaga, apesar da ausência de Paolo Guerrero.

Leia Mais: Ex-Stoke City falece aos 25 anos vítima de ataque cardíaco
Derrota no Superclássico agrava crise no River Plate de Marcelo Gallardo

“Nós sabemos que o Peru é forte com ou sem o Paolo Guerrero, mas estamos preparados para mostrar um futebol de alto nível e abrir vantagem no confronto”, afirmou Anthony Hudson.

Ainda de acordo com o treinador, o Peru terá muita dificuldade para achar um substituto a altura do atacante do Flamengo, que está fora dos jogos após ser pego no exame antidoping.

“Guerrero é insubstituível. Não acredito que na seleção do Peru tenha algum atacante com a mesma capacidade técnica e física que ele tem dentro da grande área”, afirmou.