Foto: Divulgação Boca

O clima esquentou na coletiva de imprensa do técnico Guillermo Barros Schelotto. Após a vitória do Boca Juniors por 2 a 1 contra o Tigre, o comandante foi questionado se faltava um jogador de área no seu time e perdeu a paciência.

Leia Mais: Chilavert revela que recusou convite para defender a Argentina na Copa do Mundo
Globo vence Ferroviário; Salgueiro e CSA ficam no zero

“Não temos essa necessidade de ter um pivô. Não gostei da pergunta que você fez. Nós somos os atuais campeões, atualmente lideramos a competição, estamos perto do título e sem nenhum atacante de área. Vamos continuar com a nossa filosofia de jogo e dar alegria ao torcedor”, desabafou.

Com um clima mais ameno, Schelotto comentou sobre a final da Supercopa Argentina contra o River Plate, na próxima quarta-feira.

“Era importante vencer esse jogo de hoje (ontem) para chegar com moral no clássico. Todo encontro com o River é 50 a 50 para cada lado. Será uma partida equilibrada e como a história do Boca é gigantesca, nós vamos honrar as tradições e dar a vida dentro de campo”, finalizou.