Além de uma partida naturalmente importante, valendo o duelo de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana, o jogo entre Caracas e Atlético-PR marca a reinauguração do estádio Olímpico de la UCV após a ampla reforma feita no local.

Leia mais: Com direito a golaço na MLS, Ibrahimovic chega aos 500 gols na carreira
Lateral da Seleção Peruana é comparado a jogador do Atlético de Madrid

E, mesmo com o país passando por uma crise financeira sem precedentes, o técnico do time da capital, Noel Sanvicente, espera que o estádio esteja com sua lotação máxima no embate da próxima quarta-feira (19):

“O jogador sempre vai se sentir feliz e identificado dentro do campo quando tem a sua torcida ali. Esperamos que o Olímpico esteja cheio nessa quarta-feira, assim como foi contra Grêmio e Santos. Temos que nos fazer fortes de local, porque sabemos que as equipes brasileiras são muito boas e não podemos deixar espaços para que façam dano.”

Comentando a respeito do Furacão, Sanvicente enxerga a melhora no desempenho do seu oponente mesmo vindo de dois reveses no Brasileirão (Atlético-MG e Chapecoense):

“O Atlético-PR melhorou, conseguiram muitos pontos mesmo não indo bem nas duas últimas rodadas. Demonstraram na Copa que é uma equipe bastante forte nas transições, pressiona e tem muitos bons jogadores.”