Foto: Divulgação

O Emelec chegou ao Maracanã com o sonho de eliminar o Flamengo e manter vivo o seu sonho de ganhar a Libertadores pela primeira vez. Porém, quando a bola rolou, o time equatoriano não segurou o volume do Rubro-Negro e, além de perder no tempo normal, acabou superado nos pênaltis.

Leia Mais: Ex-jogador do Emelec critica pênalti marcado a favor do Flamengo
Gabriel tem noite de brilho e Flamengo tira Emelec nos pênaltis

Na coletiva, o técnico Ismael Rescalvo lamentou a postura da sua equipe, principalmente na etapa inicial, quando sofreu os dois gols.

“O resultado está definido. Se analisarmos o jogo no todo, podemos colocar que, apenas no primeiro tempo de hoje fomos abaixo. Faltou um pouco mais de personalidade e a timidez dos primeiros minutos pesou”, analisou.

Sobre o polêmico lance do pênalti em Rafinha, o treinador não se alongou muito, porém colocou em dúvida a decisão de Néstor Pitana.

“Fiquei na dúvida com esse pênalti marcado a favor do Flamengo. Não me pareceu clara a falta em cima de Rafinha”, concluiu.