COMPARTILHE
Foto: Mexsport/Miguel Herrera

Se no Brasil ainda existe muita restrição com técnicos estrangeiros, o mesmo não se pode dizer do México. Para a disputa do Clausura 2017 da Liga MX, apenas seis mexicanos irão trabalhar no torneio, contra 12 gringos.

Leia Mais: “Se eu tivesse a grana da China, compraria o Messi”, afirma presidente do River
Luis Suárez lamenta nunca ter disputado a Taça Libertadores

Para o torneio que começa no próximo dia 6 de janeiro, José Guadalupe Cruz no Atlas, Sergio Bueno no Chiapas, Víctor Manuel Vucetich no Querétaro, Alfonso Sosa no Necaxa, Francisco Palencia do Pumas, José Manuel de la Torre com Santos e Miguel Herrera no Tijuana serão os técnicos da casa.

Em levantamento do portal Medio Tiempo, os números de treinadores mexicanos trabalhando na competição nos últimos 10 anos vêm caindo vertiginosamente.

No Clausura 2007, eram 12 nativos contra seis gringos. Números que se mantiveram até o Apertura 2009. Na temporada seguinte os mexicanos começaram a perder terreno e cinco anos mais tarde, em 2015, já eram 12 estrangeiros contra apenas seis do México.

Títulos

Outro número que chama bastante atenção é o domínio dos gringos na hora de levantar a taça da Liga MX. Nos últimos 9 torneios, Miguel Herrera foi o único mexicano que conquistou o campeonato quando ainda era técnico do América, na temporada 2013.