tevez-afirma-que-percebia-olhares-de-desconfianca-para-com-ele-Futebol-Latino-10-05
Foto: Divulgação/Boca Juniors

Apesar da idolatria que tem diante da torcida do Boca Juniors, o atacante Carlitos Tévez afirmou em entrevista após o triunfo de virada por 2 a 1 sobre o Athletico que percebia uma certa resistência para com ele nos últimos tempos diante da falta de regularidade de seus últimos desempenhos.

Leia mais: Jorge Valdivia se envolve em nova polêmica no futebol chileno
Clássico carioca abre rodada de grandes jogos do Brasileirão

Além disso, Carlitos reconheceu que grande parte da reação obtida pelo clube Azul y Oro teve influência direta do tradicional apoio vindo das arquibancadas:

“A torcida influenciou muito. Fazia muito tempo que não gritavam em coro o meu nome, sempre estavam me olhando de canto de olho. Por sorte consegui tirar um peso das costas e as pessoas conseguiram ver o Carlitos que todos queriam.”

Com o tento e a vitória, abriu-se novamente a possibilidade de um confronto diante do arquirrival River Plate já na próxima fase da Copa Libertadores. Algo que, para Tévez, não passou pela cabeça dos atletas que estavam mais concentrados em melhorar a situação do próprio Xeneize:

“Aqui nós não especulamos em nenhum momento. O Boca saiu para jogar pelo Boca. Pode vir o River, não especulamos nada.”

O sorteio que definirá a montagem do primeiro mata-mata na edição 2019 da competição continental ocorrerá na próxima segunda-feira (13) na sede da Conmebol.