SHARE
Foto: Reprodução

*Alex Dias de Souza

A milionária negociação de Carlitos Tévez com o futebol chinês acabou com o casamento entre o jogador e o Boca Juniors. O contrato assinado pelo argentino o tornou o jogador mais bem pago do mundo da bola. Para defender a camisa do Shanghai Shenhua nos próximos dois anos, Tévez irá receber 615 mil libras (R$ 2,5 milhões) por semana – ou cerca de 32 milhões (R$ 129 milhões).

Leia mais: Análise FL: Tévez deixou seu amor de lado por US$ 40 milhões

Boca Juniors confirma a ida de Tévez para o Shanghai Shenhua da China

Mesmo assim, o presidente da equipe Daniel Angelici ainda tem esperança no retorno do atleta e garante que Tévez irá encerrar a carreira pelo clube que o revelou.

“Eu não tenho dúvida de que vai encerrar a carreira no Boca. Ele tem uma cláusula no contrato de dois anos, a cláusula diz que quando o torneio termina, ele tem a opção de voltar ao Boca, se ele assim o decidir”, disse o presidente do clube.

De acordo com o diário Olé, em conversa com a Rádio Continental, o dirigente explicou algumas das razões para a saída do Apache.

“Foi uma série de coisas, o fato de não jogarmos torneios internacionais contrubuiu também.  Sobre a proposta que chegou  para ele, era algo muito bom, uma oferta difícil de recusar. Se eu não tivesse lido, não seria capaz de acreditar. É uma decisão pessoal. Eu sei o que ele sente, eu sei que era algo necessário para ele e sua família também. Eu aceito a decisão” afirmou.

 

SHARE
A redação do site pioneiro em informações detalhadas a respeito do futebol na América Latina trabalha sempre para unir qualidade e dinamismo a um conceito moderno de jornalismo esportivo.