Foto: Agencia Marka Registrada

*Por Mônica Alvernaz

O ano de 2019 mal começou e o Bolívar já está com foco total para o primeiro grande desafio da temporada. Entre as equipes que disputarão a pré-Libertadores, o time boliviano busca força total para a disputa da vaga na fase de grupos.

Leia mais: Meio-campista e atacante fecham acordo com o Caracas
Dirigente do Cerro Porteño fala de único ponto capaz de tirar artilheiro do clube

Para isso, o técnico César Vivegani deixa clara a prioridade máxima: manter Juan Carlos Arce no elenco. Para ele, o atacante é figura importante no elenco. “Arce é um jogador ídolo da instituição e da torcida”.

O comandante do Bolívar ainda falou a demora de renovação do contrato de Arce, cujo vínculo com o clube venceu no final de dezembro. “Estamos com boas expectativas que Arce continue fazendo parte do grupo. Não tenho dúvidas que logo menos ele estará neste projeto”.

Apesar de ainda não ter confirmado um dos principais nomes do elenco, Vivegani garante que a pré-temporada da equipe não será afetada. “Iniciaremos os trabalhos com o melhor ânimo possível. No momento, não descartamos qualquer partida amistosa. Estou confiante que teremos um bom início de temporada”.

Vale lembrar que os primeiros compromissos do Bolívar ocorrem ainda no mês de janeiro. O início do Apertura no país está programado para o dia 20.

Três dias depois, os comandados de Vivegani têm o grande desafio na primeira fase da pré-Libertadores diante do Defensor. Caso avance nas três etapas preliminares, o Bolívar entrará no grupo E da competição, que já conta com Cerro Porteño, Nacional do Uruguai e Zamora.