COMPARTILHAR
Foto: Divulgação

Há algumas semanas, o Futebol Latino noticiou uma reunião entre Alejandro Domínguez e Enrique Bonilla, presidente da Conmebol e Liga MX respectivamente. O encontro foi para discutir a situação dos times mexicanos na Libertadores da próxima temporada, já que a entidade máxima do futebol sul-americano alongou a competição continental e isso poderia afetar o calendário dos mexicanos.

Leia Mais: Maradona confirma presença na próxima edição da Partida pela Paz
Goleiro brasileiro brilha nos pênaltis e garante título inédito ao Querétaro

De acordo com o jornal Olé, da Argentina, existe a possibilidade dos times da Liga MX abandonarem a Libertadores de 2017. O motivo seria a Liga dos Campeões da Concacaf, que começa no segundo semestre do ano e os times mexicanos dão prioridade ao torneio que dá vaga no Mundial de Clubes.

Caso os times mexicanos decidam permanecer no torneio, outra possibilidade é usar a equipe sub-20. Assim, os clubes não teriam problemas com o desgaste físico e o acumulo de torneios.

Em entrevista ao jornal argentino, Andrés Fassi, vice-presidente do Pachuca, lamentou a mudança no calendário sul-americano e garantiu que o seu clube não abre mão da Concachampions no segundo semestre.

“A Conmebol não dá muitas alternativas e não podemos sacrificar nossas equipes com um calendário confuso. Nós temos nossas prioridades na Concacaf e vamos ver o que será decidido”, afirmou.