Foto: Divulgação/CBF

Repleto de moral no comando da Seleção Brasileira, o técnico Tite por muito pouco não mudou o destino da sua carreira em 2014. De acordo com o site Goal, o treinador ficou muito perto de acertar com o Tottenham, da Inglaterra, após sair do Corinthians, mas rejeitou a oferta.

Leia Mais: Artilheiro no Cazaquistão, brasileiro comenta sobre naturalização
Argentina e Haiti em La Bombonera marca despedida da seleção

Na época, o comandante não quis assumir a vaga deixada por André Villas-Boas por conta do inglês. Tite justificou que não tinha o conhecimento da língua e poderia fracassar na Premier League, o que consequentemente poderia abreviar a sua tão sonhada estadia no futebol europeu.

Com o não do brasileiro, o Tottenham efetivou o inglês Tim Sherwood. Cinco meses depois, o time de Londres fechou com Mauricio Pochettino, atual comandante da equipe.

Vale lembrar que treinar um time Europeu é um sonho antigo de Tite. Quando levou o Corinthians ao título do Mundial de Clubes em 2012, a Inter de Milão o colocou na mira para contratar, mas a negociação ficou apenas nas conversas iniciais.