Foto: Divulgação

Com a queda na última terça-feira (13) do Independiente frente ao Independiente del Valle no Equador, o Colón passou a ser o último time da Argentina com chance de vencer a Copa Sul-Americana. E, diante do Zulia na próxima quinta-feira (15), em Santa Fe, a equipe está em desvantagem.

Leia mais: Juan Carlos Osorio aparece como favorito para assumir outro time da América
Venda iminente de “Chucky” Lozano irá beneficiar o Pachuca

O Sabalero foi derrotado no confronto de ida por 1 a 0 no último dia 8 de agosto em Maracaibo e, se repetir o marcador no estádio Brgadier Estanislao López, levará a decisão para as penalidades. Para seguir adiante diretamente, apenas por vitória de dois gols de diferente.

Do outro lado do confronto, além da importância da vaga em si para o clube fundado em 2005 que já faz a melhor campanha de sua história nos torneios continentais, ele também criará um marco pensando no futebol venezuelano em geral.

Isso porque, desde a criação da Copa Sul-Americana, em 2004, além de pensar também na Copa Libertadores que existe desde 1960, jamais um clube do país chegou a fase semifinal. A instância mais longe que foi possível atingir, além do próprio Zulia, foi o Caracas na Sula de 2018 onde foi eliminado pelo Athletico-PR nas quartas de final.