A noite desta quarta-feira foi especial para Jorge Valdivia. Apesar da eliminação na Libertadores da América, o meia do Colo-Colo reencontrou a torcida do Palmeiras, que ficou ao seu lado durante sete anos na carreira.

Leia Mais: Valdivia explica canto da torcida do Palmeiras para jogador do Colo-Colo
Palmeiras derrota novamente o Colo-Colo e está na semi da Libertadores

Feliz pelo carinho recebido ao longo do confronto, o camisa 10 falou sobre a relação de amor e ódio com a massa Alviverde.

“Eu já imaginava que iria receber esse carinho. Passei muitos anos aqui, momentos bons e ruins e se você colocar na balança o saldo é positivo. Vou contente pelo que passei aqui, não só hoje, mas ao longo da semana com inúmeras mensagens”, declarou.

Sobre a eliminação, Valdivia preferiu não achar culpados. Ele pede que a torcida entenda a superioridade do Palmeiras e ajude a equipe a sair desta má fase na reta final da temporada.

“O Palmeiras foi melhor, não existe outro tipo de explicação. Até acho que merecíamos sorte melhor em Santiago, mas isso não foi possível. Agora é trabalhar e tentar se recuperar no campeonato chileno”.

Por fim, o Mago avaliou a participação do Colo-Colo na Liberta, a melhor nos últimos 20 anos. “Conseguimos avançar bem. Apresentamos dificuldades na fase de grupos, nos recuperamos, passamos de fase, derrotamos o Corinthians e caímos para um time superior. É avaliar de maneira positiva e tentar corrigir para os próximos anos”, finalizou.