COMPARTILHE
Foto: Reprodução Sina.com

*Por Tiago Emanuel – Colaborador do Futebol Latino

O campeonato nacional de futebol da China vem ganhando projeção internacional nos últimos anos. O pesado investimento das equipes locais chama a atenção pelas cifras disponibilizadas para contar com atletas renomados do futebol mundial. São atletas das Américas, da Europa, da África que trocam os grandes centros do futebol mundial para atuar na CSL. Para que se tenha uma ideia do investimento chinês, o valor de mercado total da Super League é de aproximadamente 320 milhões de Euros.

Leia Mais: Notícia de Bolt no Borussia é confirmada e surpreende a todos
Seleção do Equador nas Eliminatórias tem alta rentabilidade para a FEF

O grande esforço também objetiva acelerar o desenvolvimento dos atletas chineses da competição, já que atuando com jogadores de maior calibre em uma competição mais disputada, tendem a evoluir melhor. Uma medida que reforça tal interesse é a restrição de atletas estrangeiros por cada equipe. Cada time pode contar com no máximo 5 estrangeiros, sendo que uma destas vagas é exclusiva para jogadores da Ásia. Dentro de campo, porém, podem atuar no máximo 4 ao mesmo tempo. O ex-corinthiano Jucilei é um exemplo, já que naturalizou-se palestino para que sua equipe, o Shandong Luneng, abrisse mais uma vaga para estrangeiros.

Desde a temporada atual, o canal Band Sports transmite as partidas do campeonato chinês para o público brasileiro, e a média de público cresce a cada edição. Em 2016, a média local é de 24 mil espectadores, sendo que apenas o estádio do Guangzhou R&F tem menos de 30 mil assentos. Tais números colocam a liga no Top 10 de público mundialmente, à frente da Liga Francesa, do Brasileirão e da Primera División Argentina.Se ainda falta qualidade aos atletas chineses, sua liga tem vivido uma crescida vertiginosa, sendo indiscutivelmente, uma das 10 maiores do mundo.

Com dados tão relevantes, nada melhor que conhecer quem são os latinos que disputam a Chinese Super League. São 32 latino-americanos atuando na CSL neste momento, e mais dois estão fora emprestados: Júnior Urso, no Atlético-MG, e Bruninho, no Midtjylland da Dinamarca. Apenas 2 dos 16 clubes não possuem latinos, são eles o Liaoning Whowin e o Yanbian Funde. Veja quem são e onde jogam cada um de nossos atletas:

-Beijing Guoan F.C.
Ralf
Renato Augusto

-Changchun Yatai
Marcelo Moreno – BOL
Bruno Meneghel

-Chongqing Lifan
Alan Kardec
Emanuel Gigliotti – ARG
Fernandinho

– Guangzhou Evergrande
Alan Carvalho
Paulinho
Jackson Martinez – COL
Ricardo Goulart

-Guangzhou R&F
Renatinho
Bruninho – emprestado ao Midtjylland – DIN

-Guizhou Hengfeng Zhicheng
Mazola

-Hebei CFFC
Ezequiel Lavezzi – ARG
Aloísio

-Henan Jianye
Ivo

-Jiangsu Suning
Ramires
Alex Teixeira
Roger Martinez – COL

– Shandong Luneng
Gil
Jucilei
Diego Tardelli
Montillo – ARG
Júnior Urso – emprestado ao Atlético-MG

-Shanghai Shenhua
Giovanni Moreno – COL
Freddy Guarín – COL

-Shanghai SIPG
Hulk
Elkesson
Darío Conca – ARG

-Tianjin Quanjian
Luis Fabiano
Jadson
Geuvânio

-Tianjin Teda
Freddy Montero – COL