Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Venezuela descumpriu regulamento da Copa América em sua estreia

venezuela-descumpriu-regulamento-da-copa-america-frente-ao-peru-Futebol-Latino-16-06
Foto: Reprodução/El Bocón

Novamente a temática de uniforme volta a ser pauta na seleção da Venezuela. Se antes a reclamação foi de um dos atletas mais renomados do país, o meio-campista Tomás Rincón, dessa vez chamou a atenção a ausência de um elemento básico no confronto que terminou 0 x 0 frente ao Peru na estreia pela Copa América.

Leia mais: Consagrado ex-jogador argentino se exalta após derrota da Albiceleste
Massacrou: México aplica 7 a 0 em Cuba e começa bem a Copa Ouro

Isso porque, obedecendo uma das normas técnicas estabelecidas no regulamento formulado pela Conmebol, grande parte dos atletas da Vinotinto tinham o número também na região da omoplata além do dorso. Porém, o centroavante Salomón Rondón, desde o início do confronto, tinha uma camisa que, apesar do mesmo modelo, não continha esse detalhe.

O atleta, aliás, chegou a mudar de camiseta no intervalo, retornando para disputar a etapa complementar com um uniforme dentro dos padrões estabelecidos.

O item 4 na seção Nomes e Números diz em seu texto: “Durante a competição, os jogadores portarão o número que lhes foi designado na lista definitiva, que deverá estar colocado na parte frontal e no dorso da camiseta assim como nos calções.”

O próprio regulamento da competição também cita em uma seção imediatamente anterior que todas as seleções precisam enviar a sede da entidade sul-americana em até 30 dias antes da estreia uma amostra dos uniformes completos (dois modelos para atletas de linha, uniforme dos goleiros, bonés, chapeús e uniforme do corpo técnico que estará no banco de reservas) para aprovação ou não do equipamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019