veterano-meia-sul-americano-revela-que-poderia-ter-jogado-no-brasil-Futebol-Latino-05-09
Foto: Reprodução/Instagram

Em uma família marcada pela presença de vários nomes ligados ao futebol e com nome marcado como um dos grandes na história do Sporting Cristal, o meio-campista Carlos Lobatón confessou que tem uma certa “frustração” nos rumos que tomaram sua carreira.

Leia mais: Alexis Sánchez admite proposta e o desejo de jogar em liga da América
Buonanotte admite que não esperava vantagem tão grande da Católica

Durante entrevista captada pela rádio 1010 AM, mais precisamente para o Las Voces del Fútbol, o atleta atualmente com 39 anos de idade entende que poderia ter tido experiências também fora do futebol peruano. Entretanto, ele justifica o motivo disso jamais ter isso acontecido.

“Sempre vou ter essa ‘espinha’ de não ter saído do país. O que me ofereciam nunca foi mais do que eu tinha. Então não vi porque arriscar diante de algo que não me seduzia”, explicou.

Durante a mesma entrevista, além de dizer que chegou a negociar com equipes do futebol do Brasil como Fluminense e Vasco além de outro clube tradicional do continente, o San Lorenzo, Lobatón pontuou que tem a intenção de encerrar a carreira no clube de La Florida. Todavia, não é algo que dependa unicamente do seu desejo:

“Tenho contrato até o fim do ano. Depois acontecerá o que quiserem os dirigentes, mas eu penso em terminar minha carreira no Sporting Cristal.”