veterano-meio-campista-seguira-atuando-com-camisa-do-cerro-Futebol-Latino-10-01
Foto: Reprodução/Tenfield

Mesmo aos 41 anos de idade e muitas coisas presenciadas no futebol, o desejo de ajudar o clube do coração, o Cerro, ainda vive dentro do meio-campista uruguaio Richard Pellejero, garantido na equipe para 2018.

Leia mais: Novo reforço do CRB, Juliano vê elenco equilibrado para a temporada 2018

Em entrevista ao portal charrua Referi, Pellejero fez uma retrospectiva onde caminhou bastante no tempo, mais precisamente aos momentos onde percorria um longo trajeto até o estádio Luis Tróccoli para treinar tendo apenas 13 anos de idade:

“Eram como 20 quadras, fazia o sacrifício que fazia qualquer juvenil naquela época. Os campos eram outra coisa, a infraestrutura era pouca. Chuteiras da sétima a quarta (categoria) se trocando todos no mesmo vestiário.”

Uma lembrança também viva na memória de Pellejero foi o momento onde era treinado por Juan Jacinto Rodríguez, atleta recordista em número de partidas com a camisa do clube de Montevidéu:

“Claro que sabia quem era ele. Sendo torcedor, você conhece os jogadores. Cheguei a jogar com o seu filho, Martín Rodríguez, e com o passar do tempo começamos a nos relacionar de outra forma e jogamos mais de uma vez, já que ele é aqui de Cerro (bairro da capital uruguaia). Essas são imagens e recordações que se leva.”

Outra recordação destacada por Richard, essa longe de ser tão prazerosa quanto a anterior, foi a do momento onde ele acabou rebaixado com a equipe para a segunda divisão em 1997: “Nós eramos do clube e parecia que o mundo ia acabar como descenso. Foi difícil de superar.”

Por fim, Pellejero comentou sobre a cada vez mais próxima aposentadoria, comentando que primeiro pensa em aproveitar o ano de 2018:

“Já esse ano pensei muito e estava mais do lado de fora das quatro linhas, mas depois de ter assinado contrato com o clube vou desfrutar como desfrutei tudo.”