COMPARTILHAR
argentino-vira-desfalque-no-inter-para-o-restante-do-brasileirao-Futebol-Latino-09-11
Foto: Matheus Dantas/O Povo

Sem partidas oficiais até 11 de abril, quando encara o Vitória pela Copa do Brasil, o Internacional trabalha incessantemente para chegar em excelente condição no confronto e automaticamente melhorar o elenco de olho no Campeonato Brasileiro.

Leia Mais: Juventude intensifica os trabalhos de olho na Série B
Árbitros paulistas apitam as finais do Campeonato Baiano

Titular da zaga Colorada com Odair Hellmann, Victor Cuesta vê com bons olhos a evolução de Rodrigo Moledo e garante que ninguém tem vaga garantida no sistema defensivo.

“Moledo e Klaus são de características similares. Procuro fazer meu trabalho e encaixar com meus companheiros. Independente de quem jogue, eu trato de ajudar a equipe, fazer minha parte. Depois, o treinador decide quem joga e quem não. Acho que futebol é dia a dia, treino a treino, jogo a jogo. Tem que treinar sempre da melhor maneira.
Ninguém tem vaga assegurada. Todos temos que brigar por algum lugar. Temos que nos preparar para competir dentro do grupo e cada um fazer o melhor para ajudar o Inter”, afirmou.

“Ninguém gosta de ficar fora, mas esse período aqui vai servir para treinar, para ajustar detalhes que no Brasileirão não pode acontecer, na Copa do Brasil também não. Serve para fazer boa base e enfrentar o Brasileirão e a Copa do Brasil da melhor maneira. Ainda não sei se estamos prontos, mas temos que nos preparar para fazer forte o grupo. Sabemos que agora é quarta e domingo, quarta e domingo. Vamos precisar de todos. Então, o importante é fazer grupo para competir nessa liga que vai ser muito linda”, expressou.

Até para deixar o time com ritmo de jogo, a diretoria acertou um amistoso contra o Caxias, na manhã de sábado, no Beira-Rio.