Foto: Olé

Fora da lista de Sampaoli para a Copa do Mundo, o atacante Carlitos Tévez concedeu entrevista ao jornal Corriere della Sera e não escondeu sua decepção ao assistir o Mundial do sofá de casa.

Leia Mais: Depois de goleada, sede do Iquique amanhece pichada
“Precisamos jogar como time pequeno”, afirma mexicano sobre duelo contra a Alemanha

No bate-papo, o jogador do Boca Juniors revelou que deixou o futebol chinês para ficar perto da seleção, mas nem isso foi o suficiente para convencer Sampaoli.

“Esperava uma convocação e por isso optei por trocar a China pelo futebol argentino, mas depois que sofri uma lesão muscular percebi que não iria”.

“Sinto que a idade pesa na recuperação e isso prejudica na hora da avaliação. Sempre fica algum jogador de fora, veja o caso de Icardi, que marca inúmeros gols e não foi chamado”, completou.

Questionado sobre as chances de Argentina na Copa, Tévez listou seus favoritos e deixou a albiceleste de fora, apesar da confiança em Messi.

“Apenas Brasil e Alemanha estão no mesmo nível. A Argentina está abaixo. Acredito que esta será a sua Copa e só ele pode levar a Argentina ao topo”.

Sem Tévez, a Argentina de Messi e cia está no grupo F do Mundial ao lado da Nigéria, Islândia e Croácia.