Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Advogados do Boca Juniors ficam de prontidão por declaração de Ábila

Abila
Foto: Divulgação/Boca Juniors

O diário argentino Olé informou nessa quarta-feira (13) que a equipe jurídica do Boca Juniors foi colocada de prontidão antes mesmo da viagem da delegação na vinda ao Brasil para o confronto decisivo pela semifinal da Libertadores contra o Santos.

OS_BRAZIL_300x250_2020_Q2_SOC

Leia mais: Jogador importante do River não garante sua continuidade após queda na Libertadores
Nada de vencedor! Coquimbo Unido e Defensa y Justicia apenas empatam

Isso porque o clube argentino quer estar pronto para qualquer denúncia que possa surgir de racismo contra o atacante Ábila depois do tom da declaração do jogador no último fim de semana.

Falando em relação ao ex-companheiro de Cruzeiro (Marinho) com quem trocou camisa no embate de ida da Liberta, o atleta Xeneize não apenas chamou o atacante santista de “o negro” como também ironizou depois a utilização do termo.

“Troquei com Marinho, com o negro, porque o conheço. Bom, com o moreno, porque agora se você diz “negro”, te denunciam e todas essas coisas. Mas é carinhosamente. Se quem diz “negro” sou eu, o que resta para os outros, não?”

Na oportunidade, o mesmo veículo chegou a compartilhar a declaração de Ábila nas redes sociais com um emoji de risada, algo que revoltou não apenas torcedores como também o narrador esportivo André Henning.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O Futebol Latino sabe que a alegria do esporte bretão do continente americano é bem mais do que Brasil, Argentina e Uruguai. Isso porque o amante da bola quer mesmo é saber de tudo, desde a final do Brasileirão até a 5a rodada do Peruano, com a mesma seriedade e com a mesma paixão. Leia Mais

Entre em contato conosco: comercial@futebolatino.com.br

© Futebol Latino - Todos os Direitos Reservados - 2019 | Por Diegão ©