Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Após a final da Libertadores, Chile ganha mais uma baixa por conta das manifestações

Amistoso contra a Bolívia, agendado para o dia 15 de novembro, em Santiago, foi cancelado por falta de segurança aos atletas
quatro-jogadores-sao-liberados-da-selecao-do-chile-Futebol-Latino-13-10

A crise política que assola o Chile deu mais um capítulo triste para o futebol local. Após perder o direito de sediar a final da Libertadores da América, agora a própria seleção nacional teve um amistoso cancelado.

Leia Mais: Pré-Olímpico da América do Sul sorteia grupos da primeira fase
Lionel Messi deixa mascotinhos da UEFA encantados e viraliza

De acordo com Sebastián Moreno, o presidente da ANFP, devido ao caos que o país atravessa devido às manifestações, o jogo entre Chile e Bolívia, agendado para o dia 15 de novembro, foi cancelado por falta de segurança.

“Não existe a menor condição de realizar o jogo no dia 15 de novembro. Apenas o jogo contra o Peru, em Lima, será realizado”, declarou o dirigente.

Com o duelo diante da Bolívia cancelado, Reinaldo Rueda e seus comandados terão a missão de encarar apenas o Peru, em Lima, no dia 19 de novembro, como único compromisso da Data FIFA.

error: Futebol Latino 2019