Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Print

Após ser acusado de mercenário, Mayada destaca: “Fiz de tudo para continuar no River”

Versátil atleta uruguaio, Camilo Mayada rompeu o silêncio e tentou acabar com as acusações sobre pedido de salário exorbitante
lateral-do-river-plate-faz-emotiva-declaracao-em-plena-volta-olimpica-Futebol-Latino-25-12

*Por Caio Maturano

Campeão da Libertadores em 2018 pelo River Plate e dono de uma característica defensiva bem sólida, o meia/lateral direito uruguaio Camilo Mayada foi anunciado essa semana via rede social como novo jogador do Atlético San Luis.

Leia mais: Em alta na Inglaterra, Salomón Rondón vira sonho de clube da América
Atacante sul-americano vira moeda de troca da Lazio

O jogador deixa o River após chegar em 2015 a equipe de Buenos Aires proveniente do Danubio fazendo 130 jogos com sete gols e sete títulos conquistados com a camisa do Millonario. Entretanto, mesmo assim, não saiu com uma “fama” muito boa.

Em entrevista ao canal esportivo argentino TyC Sports, Mayada destacou que fez de tudo para chegar a um acordo com a diretoria do River, porém nenhuma das partes chegou a um entendimento:

“Fica a tristeza grande, pois até o último momento tentei continuar no River, estava até focado para reiniciar bem na temporada, porém não tivemos um final feliz.”

Uma das acusações mais pesadas sobre Mayada é a de que o meia tinha o objetivo de ser um dos mais bem pagos do grupo:

“Estava bem ativo nas redes sociais nos últimos dias e é triste ver tantas acusações contra mim, é mentira que queria ser um dos mais bem pagos do plantel, o único motivo é que não chegamos a um acordo.”

Além disso, Mayada falou sobre a conversa que teve com Gallardo com direito a um agradecimento especial ao treinador do clube de Núñez:

“E mesmo com tudo isso, queria agradecer 100% ao Muneco, me apoiou sempre e também queria que eu ficasse, mas as coisas na vida são assim, acontecem e não podemos, de alguma forma, mudá-las.”