Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Arce alcança marca inédita e entra para história do Cerro Porteño

Foto: Divulgação/Cerro Porteño

A fase do Cerro Porteño é simplesmente mágica. Desde a retomada do futebol, o Ciclón venceu os nove jogos que disputou algo que nunca aconteceu na história e se aproximou do título paraguaio, que não vem desde 2017.



Leia Mais: Diego Forlán é demitido do comando técnico do Peñarol
Com ironia, Falcao García compartilha postagem feita pela UEFA

O principal responsável pela retomada do Cerro é o técnico Chiqui Arce. Com mudanças no sistema de jogo e postura dos jogadores, a equipe embalou e deixou os rivais na saudade.

A última vítima do Cerro Porteño foi o Olimpia. No clássico deste domingo, o Ciclón venceu por 2 a 0 e chegou aos 39 pontos, sete a mais que o Decano, o vice-líder.

Com apenas cinco rodadas para encerrar a competição, Arce contém a empolgação e pede calma aos jogadores.

“Eles não vão me levar a fazer as comemorações antes. Somos profissionais, sérios, estamos cientes dos jogos que vamos enfrentar. Nada para relaxar e pensar que isso é suficiente”

Experiência

Na temporada 2013, Arce comandou o Cerro Porteño no título do Clausura. Na ocasião, ele venceu 14 partidas e empatou 8 jogos, campanha que terminou invicta e com 75% de aproveitamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *