Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Print

Argentina, Brasil, Canadá, Chile, Estados Unidos e Jamaica representam as Américas no Mundial Feminino

Com 26 países na disputa, a competição será disputada na França durante o verão europeu
sonho-realizado-marta-como-maezona-e-aspiracoes-trajetoria-de-camilinha-3-Futebol-Latino-07-12

Os Estados Unidos são os maiores vencedores da Copa do Mundo feminina. São três títulos mundiais, contra dois da Alemanha. Japão e Noruega já deram a volta olímpica uma vez. A América do Sul nunca produziu um campeão. Nem Marta, a melhor jogadora do mundo, conseguiu dar uma alegria do tamanho do planeta ao povo brasileiro. Será que desta vez dá? E Argentina, Canadá, Chile e Jamaica? Como chegarão à França? Confira abaixo as últimas notícias e alguns prognósticos, de acordo com o Oddsshark.com.

Os grupos

Os dois primeiros de cada chave se classificam para a segunda fase, assim como os quatro melhores terceiros colocados de cada grupo. A partir das oitavas de final, teremos mata-mata até conhecermos o campeão.

  • Grupo A: Coreia do Sul, França, Nigéria e Noruega.
  • Grupo B: África do Sul, Alemanha, China e Espanha.
  • Grupo C: Austrália, Brasil, Itália e Jamaica.
  • Grupo D: Argentina, Escócia, Inglaterra e Japão.
  • Grupo E: Camarões, Canadá, Holanda e Nova Zelândia.
  • Grupo F: Chile, Estados Unidos, Suécia e Tailândia.

As Sedes

  • Grenoble: Stade des Alpes (20 mil torcedores).
  • Le Havre: Stade Océane (25 mil torcedores).
  • Lyon: Parc Olympique Lyonnais (59 mil torcedores).
  • Montpellier: Stade de la Mosson (33 mil torcedores).
  • Nice: Allianz Riviera (36 mil torcedores).
  • Paris: Parc des Princes (49 mil torcedores).
  • Reims: Stade Auguste-Delaune (21 mil torcedores).
  • Rennes: Roazhon Park (29 mil torcedores).
  • Valenciennes: Stade du Hainaut (25 mil torcedores).

Jamaica

Ela eliminou Guadalupe, Haiti e Martinica na primeira fase do Caribe. Na fase final, provou ser o melhor time da região ao terminar o pentagonal na ponta, diante de Trinidad & Tobago, Cuba, Bermuda e Antigua & Barbuda. No Campeonato da CONCACAF, as Reggae Girlz ficaram em segundo no quadrangular com Canadá, Costa Rica e Cuba. Na semifinal, elas foram arrasadas pela Jamaica e venceram o Panamá nos pênaltis para garantir a medalha de bronze e a vaga na Copa do Mundo. Será a primeira vez que a Jamaica disputa o Mundial.

As caribenhas estreiam contra o Brasil e estão cotadas a R$ 26,00 / um, contra R$ 1,05 / um da Verde e Amarelo e R$ 11,00 / um da coluna do meio, segundo o Oddsshark.com.

Estados Unidos

Só precisaram reconquistar o título continental. No grupo A, tiveram cem por cento de aproveitamento diante de México, Panamá e Trinidad & Tobago. No mata-mata, ganharam do Panamá e no Canadá. Os Estados Unidos ficaram com o troféu de oito dos dez torneios regionais.

Estas meninas estreiam na França contra a fraca Tailândia e a expectativa é de goleada: R$ 1,03 / um, contra R$ 31,00 / um das asiáticas e R$ 12,00 / um do empate.

Brasil

Na Copa América do Chile, as brasileiras triunfaram diante de todos os rivais que ousaram cruzar o caminho da Seleção Canarinho: Argentina, Bolívia, Equador e Venezuela na primeira fase; Argentina, Chile e Colômbia no quadrangular final.

Esperamos que as brazucas finalmente conquistem o título planetário.

Argentina

Em terras chilenas, as hermanas terminaram a primeira fase com vitórias sobre Bolívia, Equador e Venezuela e revés frente ao Brasil. Na fase final, elas ganharam da Colômbia, perderam do Brasil e do Chile, mas se classificaram para a Repescagem, onde arrasaram com o Panamá.

A albiceleste debuta na Copa do Mundo contra o Japão e são pura zebras, de acordo com o Oddsshark.com: R$ 15,00 / um, contra R$ 1,10 / um das nipônicas e R$ 9,00 / um, se ninguém for melhor do que ninguém.

Chile

As chilenas se sagraram vice-campeãs da Copa América. Na etapa inicial, venceram Peru e Uruguai e empataram com Colômbia e Paraguai. No quadrangular decisivo, perderam do Brasil, empataram com a Colômbia e golearam a Argentina.

O primeiro jogo no Velho Continente será contra a poderosa Suécia. As sul-americanas estão cotadas a R$ 8,50 / um, enquanto que oferece-se R$ 1,30 / um pelos três pontos das europeias. O empate vale R$ 5,00 / um.

Canadá

As canadenses não tiveram dificuldades para superar Costa Rica, Cuba e Jamaica na primeira fase da Copa da CONCACAF. Na semifinal, arrasaram o Panamá por 7 a 0. Ficaram com a medalha de prata ao perderem a final para as norte-americanas por 2 a 0.

A estreia das alvirrubras na França será diante das camaronesas e as da América do Norte estão avaliadas a R$ 1,05 / um, contra R$ 26,00 / um das africanas e R$ 11,00 / um, se não tivermos vencedor.

Os Campeões

  • 1991 – Estados Unidos
  • 1995 – Noruega
  • 1999 – Estados Unidos
  • 2003 – Alemanha
  • 2007 – Alemanha
  • 2011 – Japão
  • 2015 – Estados Unidos

1ª Fase, 1ª rodada:

Sexta-feira, 07 de junho:

18h00: (R$ 1,50) França x Coreia do Sul (R$ 6,00) (Empate R$ 4,00)

Sábado, 08 de junho:

12h00: (R$ 1,15) Noruega x Nigéria (R$ 13,00) (Empate R$ 7,25)

15h00: (R$ 1,22) Espanha x África do Sul (R$ 10,00) (Empate R$ 6,00)

18h00: (R$ 1,25) Alemanha x China (R$ 9,00) (Empate R$ 5,75)

Domingo, 09 de junho:

10h00: (R$ 1,50) Austrália x Itália (R$ 6,00) (Empate R$ 4,00)

12h30: (R$ 1,05) Brasil x Jamaica (R$ 26,00) (Empate R$ 11,00)

15h00: (R$ 1,15) Inglaterra x Escócia (R$ 14,00) (Empate R$ 7,00)

Segunda-feira, 10 de junho:

15h00: (R$ 15,00) Argentina x Japão (R$ 1,10) (Empate R$ 9,00)

18h00: (R$ 1,05) Canadá x Camarões (R$ 26,00) (Empate R$ 11,00)

Terça-feira, 11 de junho:

12h00: (R$ 5,50) Nova Zelândia (R$ 1,60) (Empate R$ 3,60)

15h00: (R$ 8,50) Chile x Suécia (R$ 1,30) (Empate R$ 5,00)

18h00: (R$ 1,03) Estados Unidos x Tailândia (R$ 31,00) (Empate R$ 12,00)

Apostas Futuras (Outrights) pelo título:

Ainda não foram divulgadas as cotas de apostas futuros pelo título do Mundial Feminino de 2019.