Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Argentina bate Peru por 2 a 0 e segue na cola do Brasil nas Eliminatórias

Argentina
Divulgação/AFA

* Por Roberto Junior 

Pela quarta rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo 2022, a Argentina foi até Lima e venceu o Peru por 2 a 0. Agora a equipe de Lionel Scaloni só não é melhor em aproveitamento do que a Seleção Brasileira, que venceu todos seus quatro jogos. Já os peruanos se complicaram ao acumularem sua terceira derrota até aqui.

OS_BRAZIL_300x250_2020_Q3_SOC

Leia mais:
Brasil vence o Uruguai e fecha 2020 de forma invicta nas Eliminatórias
Equador promove atropelamento sobre a Colômbia nas Eliminatórias

A Argentina chegou aos 10 pontos e termina esta etapa das Eliminatórias como vice-líder, a dois pontos do Brasil. Na próxima rodada, que será em março de 2021, a Albiceleste tem confrontos com Uruguai e Seleção Brasileira, respectivamente.

Já o Peru é o vice-lanterna com apenas um ponto conquistado, mesma pontuação da Bolívia. Mas os peruanos levam vantagem no saldo de gols (seis negativos contra sete negativos). E o confronto direto entre as duas piores seleções será justamente na próxima rodada, onde na sequência o time de Gareca enfrentará a Venezuela.

PRIMEIRO TEMPO 

A etapa inicial mostrou o Peru mostrando mais vontade de fazer o gol, mas o time de Ricardo Gareca não conseguiu obter sucesso diante da defesa hermana. A Argentina, por sua vez, ficou apenas estudando a partida dos rivais nos 15 primeiros minutos, porque aos 17 minutos a equipe de Lionel Scaloni partiu para cima e abriu o marcador em Lima. Lo Celso avançou pela esquerda e cruzou rasteiro para Nicolas González apenas levar para a perna esquerda e soltar a bomba.

A Argentina mostrou controle da partida e não deu espaços para o Peru tentar correr atrás do placar. A Albiceleste trabalhou bem a bola até conseguir furar a zaga peruana e marcar o segundo. Aos 27 minutos, Lautaro Martínez recebeu em profundidade, driblou Gallese e balançou as redes.

Após o segundo tento da Argentina, o Peru teve duas oportunidades de marcar com Édison Flores e Carrillo, mas ambas chances não tiveram sucesso.

SEGUNDO TEMPO

A etapa final começou com o Peru tendo a posse de bola no campo de ataque, mas sem agredir a defesa rival. A Argentina se postou toda na defesa esperando brechas para tentar aproveitar a abertura dos peruanos e puxar contra-ataque. E foi isso que aconteceu no primeiro ataque da Albiceleste. Aos 11 minutos, o time saiu em velocidade, Messi lançou Lautaro, que é travado. A bola sobrou para Ocampos, que em sua primeira chance, fez Gallese evitar o terceiro gol.

A partir dos 15 minutos, a Argentina se soltou e passou a buscar seu terceiro gol. Messi teve duas oportunidades entre os 16 e 18 minutos, mas viu a defesa peruana travar. E os melhores momentos do Peru foi realmente nos minutos iniciais da etapa final. Após o primeiro ataque de Ocampos, os mandantes passavam a ficar mais tempo na defesa enquanto a Argentina pressionava.

Aos 26 minutos, um bombardeio argentino. Di Maria em seu primeiro toque na bola chutou, Gallese defendeu. Na sequência, os visitantes tentaram outros dois chutes que foram bloqueados. Dois minutos mais tarde, Messi partiu em uma arrancada da intermediária, passou dentre a zaga e chutou de leve. A bola passou rente à trave.

Por mais que o Peru tentasse trabalhar a bola no campo de ataque, os jogadores da frente encontravam dificuldades de furar o bloqueio no toque de bola e em levantamentos na área. O goleiro Armani não trabalhou no segundo tempo e assim permaneceu até o apito final de Wilmar Roldan.

FICHA TÉCNICA
PERU  0 x  2 ARGENTINA

Local: Estádio Nacional de Lima, Peru
Data e hora: 17/11/2020 – 21h30
Árbitro: Wilmar Roldan – COL
Assistentes: Alexander Guzman e Dionisio Ruiz, ambos da Colômbia
VAR: Andrés Rojas
Cartões amarelos: Aquino (28’/1ºT), Trauco (34’/1ºT); Otamendi (14’/2ºT), Lo Celso (27’/2ºT), Gallese (33’/2ºT), Ocampos (45’/2ºT)
Gols: González (17’/1ºT); Lautaro Martínez (27’/1ºT)

Argentina: Armani; Montiel; Martinez Quarta, Otamendi e Tagliafico; Paredes, De Paul (Ocampos, aos 11’/2ºT), Lo Celso e Messi; Lautaro Martínez (Papu Gómez, aos 43’/2ºT) e Nicolas González  (Di Maria, aos 25’/2ºT)

Peru: Pedro Gallese; Aldo Corzo (Advíncula, aos 24’/2ºT) , Anderson Santamaría; Luis Abram e Miguel Trauco; Pedro Aquino (Catagena, aos 42’/2ºT); Yoshimar Yotún (Calcaterra, aos 42’/2ºT), André Carrillo e Christian Cueva (Ruidíaz, aos 35’/2ºT); Edison Flores (Polo, aos 24’/2ºT) e Gianluca Lapadula

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *