Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Print

Artilheiro marca de pênalti no último minuto e impede derrota do líder na MLS

Gol de pênalti de Carlos Vela nos acréscimos, após uso do VAR, deixa Los Angeles FC 15 pontos à frente do vice-líder, mas cinco jogos sem vencer

*Por Vinicius Fernandes

No último sábado (21), pela 32ª rodada da temporada regular da Major League Soccer (MLS), Los Angeles FC e Toronto FC empataram por 1 a 1, no Banc of California Stadium, em Los Angeles, Califórnia, diante de 22.022 torcedores.

Leia mais: Em jogo histórico, Peñarol perde os 100% de aproveitamento no Uruguai
Com gol de pênalti, Universitario assume ponta isolada no Peru

Os visitantes saíram na frente aos 19 minutos do primeiro tempo, quando Jozy Altidore deu assistência para o japonês Tsubasa Endoh balançar as redes. A igualdade só veio nos acréscimos da segunda etapa, quando Chris Mavinga cometeu falta em Latif Blessing dentro da grande área. O árbitro Ted Unkel inicialmente concedeu apenas o escanteio, mas mudou sua decisão após uma Revisão de Vídeo. O mexicano Carlos Vela cobrou, converteu e decretou o empate aos 50 minutos. Foi o seu 29º gol na competição, da qual é o artilheiro isolado, dois a mais que o sueco Zlatan Ibrahimovic, do LA Galaxy.

Mesmo sem vencer os últimos cinco jogos (quatro empates e uma derrota), o Los Angeles segue tranquilo na ponta da Conferência Oeste, com 65 pontos ganhos, 15 a mais que o Seattle Sounders, e já com a primeira posição assegurada. Já o Toronto está em quarto lugar na Conferência Leste, com 46 pontos somados, conquistou seu lugar nos Playoffs da Audi 2019 MLS Cup e está invicto há oito partidas (mas cinco dos oito resultados são empates).