Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Atacante do Boca Juniors é autorizado pela justiça a sair da Argentina

jogador-do-boca-juniors-repete-que-ex-namorada-o-extorquia-Futebol-Latino-08-05
Foto: Divulgação/Boca Juniors

O técnico do Boca Juniors, Miguel Ángel Russo, recebeu uma boa notícia pensando na montagem da sua equipe já projetando o duelo de ida nas oitavas de final da Copa Libertadores onde o Xeneize visitará o Internacional no estádio do Beira-Rio no dia 25 de novembro.

OS_BRAZIL_300x250_2020_Q2_SOC

Leia mais: Fala, Calil!: a econômica vitória da Seleção Brasileira contra a Venezuela
Equatoriano: Rival do Palmeiras, Delfín perde mais uma e sucumbe ao Cuenca

Isso porque o atacante colombiano Sebastian Villa, envolvido em acusação de agressão contra sua ex-companheira Daniela Cortés, conseguiu uma autorização judicial para que pudesse viajar junto a delegação Xeneize rumo ao Brasil daqui a duas semanas.

No último mês de maio, quando os primeiros procedimentos em relação a depoimentos e investigações eram tomados sobre o caso, rapidamente a justiça argentina proibiu o atleta de deixar o país em medida legal comum nos casos do tipo.

Essa não foi a primeira vez nos últimos meses que Sebastian Villa pediu autorização e recebeu resposta positiva para vir ao Brasil já que, em meio a iminente chance de ser emprestado ao Atlético-MG, ele chegou a fazer a requisição. Entretanto, mesmo com o valor de um milhão de dólares (equivalente na época a R$ 5,2 milhões) colocado à mesa na época pelo Boca e a disposição do Galo em arcar com o custo, a diretoria argentina recuou e preferiu manter o atacante de 24 anos de idade no plantel.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *