Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Time brasileiro retoma negociações com atacante acusado de agressão

Atletico-MG
Foto: Divulgação/Boca Juniors

*Por Roberto Junior

Há três semanas, o Atlético-MG, a pedido de Jorge Sampaoli, foi atrás de Sebastian Villa, atacante que foi denunciado pela namorada por violência doméstica. Apesar de ter recuado após pressão da torcida, o Galo está disposto a retomar as negociações.

OS_BRAZIL_300x250_2020_Q3_SOC

Leia mais: Carlitos Tevez elege um dos gols mais lindos da carreira
Empresário de Buffarini confirma sondagens do futebol brasileiro

De acordo com os diários Olé, da Argentina, e o Superesportes, Jorge Sampaoli quer contar com o jogador e a situação pode se reverter nos próximos dias. O jornal hermano destaca que o Galo pode oferecer US$ 7.5 milhões (R$ 41 milhões) por 50% dos direitos do atleta colombiano de 24 anos. O Boca tem 70% enquanto o Deportes Tolima possui os outros 30%.

Cabe destacar que por causa do episódio de violência física e verbal contra sua namorada Daniela Cortés, Villa apenas treina no Boca Juniors e não é relacionados para os jogos até que haja uma definição para seu caso na Justiça.

“Não me avisaram, nem falaram nada de punição. Me preparo para estar à disposição da comissão técnica. Quero ficar, fico feliz com o apoio dos torcedores, muito grato. No dia em que jogar, darei o melhor de mim como sempre fiz”, disse Villa em entrevista recente ao canal TyC Sports.

Sergio Sette Camara, presidente do Atlético-MG, chegou a afirmar em seu perfil no Twitter que Villa não seria contratado após a repercussão do caso há quase um mês.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *