Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Atos antissemitas de jogador marcam jogo na segundona argentina

atos-antissemitas-de-jogador-marcam-jogo-na-segundona-argentina-Futebol-Latino-10-03
Foto: Reprodução/Twitter Nueva Chicago

*Por Vinicius Fernandes

Pela 20ª rodada da temporada regular da Primera B Nacional, a segunda divisão do futebol argentino, o Atlanta derrotou o Nueva Chicago, por 2 a 0, no Estadio Don León Kolbovski, em Buenos Aires, e pulou para a ponta do seu grupo.

Leia mais: Confira as dicas de apostas para as quartas de final da Liga dos Campeões da CONCACAF
Confira as dicas de apostas para as quartas de final da Liga dos Campeões da CONCACAF

No entanto, o que mais chamou a atenção foi a atitude do jogador do Nueva Chicago Arnaldo “Pitu” González, protagonista de um repudiável ato de antissemitismo ao ser expulso de campo, aos 24 minutos do segundo tempo.

Ariel Suárez, o árbitro da partida, primeiro expulsou Facundo Mater, companheiro de González, por uma cotovelada e em seguida viu que o camisa 10 do Torito pisou em um adversário. Ao receber o cartão vermelho, González se enfureceu, encarou o juiz cabeça a cabeça e saiu de campo fazendo gestos antissemitas contra a torcida local, identificada com a coletividade judia. “Pitu” fez alusão a uma quipá e à circuncisão, o símbolo mais importante desta religião.



Agora, González, além da sanção esportiva de ofício pela expulsão, enfrentará o Tribunal de Disciplina da AFA, que decidirá como proceder diante dos fatos. Além disso, o Comitê de Segurança no Futebol da Cidade de Buenos Aires já realizou denúncia pelos atos discriminatórios do jogador.

Logo após a partida, o Nueva Chicago, em suas redes sociais, publicou nota repudiando os gestos realizados pelo atleta, informou que está avaliando as medidas a serem tomadas contra ele e pediu desculpas aos torcedores do Atlanta e à toda comunidade judia. González fez o mesmo, na conta do Twitter oficial do clube:

“Queria pedir desculpas à torcida do Atlanta e para a comunidade judia pelo ocorrido. Acabo de ver o vídeo e me dá muita vergonha. Não sou assim, jamais reagi dessa maneira durante toda a minha vida. Foi um momento de cabeça quente. Tinha acabado de ser expulso e receber alguns insultos e reagi de maneira errada. Espero que aceitem minhas desculpas, publicamente, para Atlanta, Nueva Chicago e comunidade judia.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O Futebol Latino sabe que a alegria do esporte bretão do continente americano é bem mais do que Brasil, Argentina e Uruguai. Isso porque o amante da bola quer mesmo é saber de tudo, desde a final do Brasileirão até a 5a rodada do Peruano, com a mesma seriedade e com a mesma paixão. Leia Mais

Entre em contato conosco: comercial@futebolatino.com.br

© Futebol Latino - Todos os Direitos Reservados - 2019 | Por Diegão ©