Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Barraco! Dívida com o elenco gera agressão no vestiário do Colo-Colo

Foto: Divulgação

O clima pesou de vez no Colo-Colo. Em clara dificuldade financeira, a diretoria, que tem débitos com o elenco, resolveu desembolsar 550 milhões de pesos chilenos e quitar os direitos de imagem de seis jogadores: Esteban Paredes, Matías Zaldivia, Carlos Carmona, Juan Manuel Insaurralde, Pablo Mouche e Nicolás Blandi.

Leia Mais: Novo clube da Major League Soccer revela identidade visual e nome
Cobiçado pelo Manchester City, revelação elogia clube da América



Ao ver que apenas uma parte do grupo iria receber, Julio Barroso, um dos líderes do elenco, cobrou os companheiros e pediu que a verba fosse repartida com os demais colegas.

O pedido/reclamação não caiu bem para o atacante Pablo Mouche. O argentino questionou a atitude do zagueiro e ambos iniciaram uma forte discussão dentro do vestiário.

Segundo o diário El Mercurio, a discussão ganhou força e os dois entraram em vias de fato, que foi separado por Esteban Paredes, ídolo e capitão da equipe.

Após muita briga e a turma do deixar disso entrar no meio, Paredes e Carmona afirmaram que toparia dividir o dinheiro, o que não foi apoiado pelos outros quatro jogadores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *