Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Bielsa e jogadores do Leeds abrem mão de receber salários

Medida que foi encabeçada pelo treinador argentino e contou com adesão do corpo técnico e plantel tenta "salvar" emprego de outros funcionários do clube
bielsa-afirma-que-arcou-com-multa-dada-ao-leeds-por-espionagem-Futebol-Latino-06-05

Demonstrando mais uma vez atitude solidária, o técnico argentino Marcelo Bielsa abriu mão voluntariamente de receber seu salário no Leeds United em prol da manutenção dos vencimentos de outros funcionários do clube. Contudo, a iniciativa contagiou a comissão técnica e os atletas ao ponto de todos eles tomarem a mesma iniciativa.

Leia mais: Empresário comenta suposto interesse da Juventus em Gabriel Jesus
Presidente do Boca Juniors descarta a chegada de Cavani

Quem confirmou a veracidade da atitude foi o diretor de futebol do clube inglês, Victor Orta, alegando que se chegou a um acordo para que todos recebam apenas parte dos seus vencimentos em texto veiculado no site do Leeds. Os cálculos da equipe radicada em Yorkshire são de que, assim, será possível honrar os compromissos financeiros assumidos com os 272 funcionários.

No mesmo comunicado, o Leeds foi sincero ao considerar a gravidade da situação para as finanças do clube alegando que “a ausência de partidas, cancelamento de eventos, o impacto em verbas adicionais e o fechamento do mercado financeiro do futebol custará ao clube milhões por mês.”

Orta esbanjou elogios a atitude tomada pelo plantel e por Bielsa, ressaltando que o momento agora será de concentração em superar a pandemia do coronavírus para, depois, seguir rumo a conquista da segunda divisão inglesa e, consequentemente, o retorno a Premier League. Antes da paralisação, a equipe liderava o torneio com 71 pontos ganhos, um a mais do que o West Bromwich.



“Meus jogadores demonstraram um incrível senso de união e solidariedade e eu estou orgulhoso de suas ações. Para Marcelo, seu staff e todos os jogadores, nós agradecemos por eles colocarem o clube em primeiro lugar e cuidar de nossas famílias. Agora nós precisamos focar na saúde pública e, quando as pessoas estiverem a salvo, terminar o que começamos”, disse o dirigente da equipe inglesa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019