Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Boca Juniors não vai receber Maradona com festa em jogo na La Bombonera

Treinador do Gimnasia La Plata é ídolo da torcida, mas desafeto da atual diretoria que comanda o futebol Xeneize
reviravolta-maradona-afirma-que-seguira-no-comando-do-gimnasia-Futebol-Latino-21-11

O dia 8 de março promete ser um dia importante na La Bombonera. Além de o Boca Juniors entrar em campo com a possibilidade de faturar o título da Superliga Argentina, a torcida Xeneize terá um reencontro com Diego Armando Maradona, ídolo máximo do futebol local, técnico do Gimnasia La Plata e hincha declarado do Boca.

Leia Mais: Em Portugal, goleiro brasileiro salva equipe de derrota com assistência
Como os paraguaios noticiaram a classificação do Guarani sobre o Corinthians

Porém, apesar de toda a expectativa que o encontro gera na mídia e arquibancada, internamente o Boca Juniors demonstra pouca preocupação com a presença de Díos no estádio.

Em conversa com a imprensa local, o presidente do clube, Jorge Ameal, afirmou que não terá nenhum tipo de receptividade ao técnico adversário.

“Ele (Maradona) será tratado como um técnico normal. Ele quer ganhar do Boca Juniors como qualquer outro treinador, não vem para nenhum tipo de festa”, afirmou á La Red.

A declaração neutra tem a ver com o lado político de Diego Maradona dentro do Boca. Durante a campanha que consagrou Ameal como novo mandatário, o atual treinador do Gimnasia La Plata criticou Riquelme, homem forte da atual gestão de futebol e vice-presidente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019