Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Print

Retrô FL: Capitalinos ficam “na seca” em Apertura e Clausura da Bolívia

Nem Bolívar ou The Strongest conseguiram faturar os principais torneios da Bolívia que dão vaga a competições como Libertadores e Sul-Americana
capitalinos-ficam-na-seca-em-apertura-e-clausura-da-bolivia-Futebol-Latino-26-12

O futebol nacional da Bolívia viveu uma situação que há bastante tempo não presenciava a nível de clubes: Nenhum dos dois gigantes da capital (Bolívar e The Strongest) conseguiram ganhar Apertura ou Clausura na temporada.

Leia mais: Yeferson Soteldo pode vestir a camisa do Colo-Colo
Novo “Di Maria” do futebol argentino é contratado pelo Boca Juniors

Jorge Wilstermann leva o Apertura em final emocionante

Desde a primeira fase mostrando sua força dos últimos anos, o Jorge Wilstermann terminou na ponta do Grupo A com 32 unidades, sete pontos a frente do vice-líder Bolívar.

Tendo a vantagem de sempre jogar em casa a partida decisiva nas fases eliminatórias (o Apertura foi disputado via mata-mata), o Aviador foi amplamente superior a Blooming nas quartas e San José na semifinal.

Na grande final, derrota em La Paz por 2 a 1 para o The Strongest, vitória em casa na volta por 2 a 1 e, com o empate em 2 a 2 no terceiro compromisso, a final foi para as penalidades e o time dos brasileiros Alex Silva, Serginho e Lucas Gaúcho.

https://www.youtube.com/watch?v=GyQGOunl1HQ

Oruro em festa com San José campeão

Mesmo com o primeiro semestre promissor dos Santos, chegando a semifinal do Apertura, o clube não esperava que o Clausura reservaria uma campanha tão calcada na recuperação que lhe daria a chance de, novamente, ocupar o topo do futebol nacional.

A briga foi em quase toda a disputa polarizada entre o “novato” Royal Pari e o gigante Bolívar com direito a um “revesamento” na liderança do torneio. Porém, nas rodadas finais, o time que tem como torcedor ilustre o presidente Evo Morales chegou a rodada derradeira dependendo apenas de um empate.

Quis o destino que o adversário do San José fosse justamente o vice-líder Royal Pari. E, depois de uma partida bastante tensa, com direito a ter de superar o fato de ficar com um homem a menos, o time da cidade com altitude de mais de 3,7 mil metros fez uma grande festa.

https://www.youtube.com/watch?v=xmHitewAJvY