Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Clubes equatorianos podem perder os títulos continentais; Entenda

Foto: Divulgação

Força emergente dentro do cenário sul-americano, o futebol equatoriano conseguiu dar um grande salto de qualidade no continente e colocou algumas equipes do seu campeonato nacional em evidência.

Leia Mais: Lembra dele? Sebastián Eguren elege gol contra rival do Palmeiras o mais bonito da carreira
Confirmado: Assistente de Simeone deixará o Atlético de Madrid



O resultado deste trabalho deu ao país conquistas internacionais. No fim da década de 2000, a LDU faturou os títulos da Libertadores, Copa Sul-Americana e Recopa, o que colocou o clube entre os times mais tradicionais da América.

Ano passado, o modesto Independiente Del Valle, que já havia ficado com o vice da Libertadores em 2016, desbancou o Colón a final da Sul-Americana e levou o seu primeiro troféu internacional.

Exaltados dentro do Equador, os dois clubes vivem situações parecidas neste ano de 2020 e correm o risco de ver os títulos conquistados dentro de campo escapar nos tribunais da Conmebol.

Entenda cada caso

LDU

Recentemente, Angel Cheme, jogador da LDU no fim dos anos 2000, revelou que fez parte do elenco campeão da Recopa de 2010 com uma identidade falsa. Para agravar ainda mais a situação, ele afirmou que a diretoria do clube sabia de tudo. O seu nome verdadeiro é Gonzalo Chila.

O Estudiantes, rival da LDU na decisão, não cogitou buscar seus direitos na Conmebol, mas após analisar o caso e encontrar brechas para reivindicar o título, promete lutar com todas as forças nos tribunais para ser nomeado campeão da Recopa de 2010.

Independiente Del Valle

O goleiro Jorge Pinos foi um dos principais nomes do time na campanha da Copa Sul-Americana. Porém, dias após a conquista da taça, o presidente do Técnico Universitário, seu ex-clube, revelou que o arqueiro se transferiu para o Del Valle de maneira irregular.

Diante da denuncia, o Colón buscou seus direitos na Conmebol e quer a todo preço a nomeação pela taça continental, que perdeu dentro de campo. A entidade comandada por Alejandro Domínguez já aceitou o pedido e promete julgar o caso nos próximos meses.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019