Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Colo-Colo luta contra o rebaixamento no Chile e sonha com as oitavas da Liberta

Foto: Divulgação/Colo-Colo

Se a temporada do ano passado ficou marcada pela péssima campanha da Universidad de Chile, em 2020, o Colo-Colo é o gigante da vez que sofre com a luta contra o rebaixamento no Campeonato Chileno.

OS_BRAZIL_300x250_2020_Q3_SOC

Leia Mais: Artilheiro da América se declara a gigante do continente
Nos Estados Unidos, equipe deixa o campo após caso de homofobia



Em 11 jogos disputados, um a menos que os concorrentes, o Cacique somou apenas 9 pontos. Desempenho que coloca a equipe na penúltima colocação do torneio nacional. Se o Chileno acabasse hoje, o Albo disputaria uma Eliminatória para evitar a queda.

Neste fim de semana, o Colo-Colo terá um compromisso difícil pela frente. No Monumental de Santiago, a equipe mede forças com o Huachipato, que está na 11ª colocação e precisa de pontos para se afastar de vez da luta contra o rebaixamento.

Libertadores

O fato curioso nesta péssima campanha no certame nacional é que na Libertadores, onde a dificuldade dos jogos aumenta por questões óbvias, o Colo-Colo está vivo na briga por uma vaga nas oitavas de final.

Após cinco rodadas da chave C, o Albo está na lanterna do grupo com 6 pontos, mas o Jorge Wilstermann, segundo colocado, aparece com 7 pontos. Ou seja, na rodada derradeira, o Albo precisa vencer o time boliviano e torcer por um tropeço do Peñarol contra o Athletico.

2018

Vale lembrar que, na última participação do Colo-Colo na Libertadores, o time chileno foi até as quartas de final. O seu algoz foi o Palmeiras, que na época era comandado por Felipão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *