Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Coluna de José Calil: Jesus está lá em cima!

empresario-comenta-suposto-interesse-da-juventus-em-gabriel-jesus-Futebol-Latino-26-03
Foto: Paul Ellis/AFP

*Por José Calil

Pessoalmente, estou muito feliz com o protagonismo de Gabriel Jesus nos dois jogos que eliminaram o Real Madrid da Liga dos Campeões da Europa. Quem me acompanha sabe que eu sempre acreditei nele, mesmo nos momentos mais difíceis.

Leia mais: Belos gols marcam o encerramento da 3ª rodada da Liga MX
Peñarol e Nacional empatam na retomada do Uruguaio; Confira a rodada

O menino do Jardim Peri, na Zona Norte da cidade de São Paulo, foi injustiçado na Copa do Mundo. Recebeu uma culpa que não tinha. No esquema de Tite, ele se sacrificava para deixar Neymar mais à vontade. Muitas vezes, tinha que voltar marcando o lateral adversário e, logo depois, aparecer dentro da grande área para finalizar jogadas. Não é fácil.

Jogando pelo meio ou caindo pelas beiradas, ele é um terror para as defesas contrárias. E o sistema de jogo de Guardiola favorece as suas características, afinal, a bola chega à frente com velocidade e sempre muito bem trabalhada.

Apesar disso, a vida dele nunca foi fácil no Manchester City. Em elencos desse tamanho, a concorrência é muito grande. Mas a maturidade profissional parece estar chegando, apesar da sua pouca idade. Tem sido utilizado em algumas funções diferentes e sempre dado conta do recado.



Que ele possa voltar a brilhar sábado (15) contra o Lyon. E que Tite possa aproveitá-lo melhor na Seleção Brasileira. Vamos ganhar muito com isso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *