Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Com Copa América na Argentina suspensa, Chile ganha força para sediar

Copa América
Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Com o anúncio oficial da Conmebol na noite do último domingo (30) sobre a suspensão da Copa América na Argentina, dirigentes e envolvidos na organização tem feito uma verdadeira “corrida” para encontrar um local que permita a realização do torneio com data inicialmente marcada para o dia 13 de junho. Dentro dessa situação, quem teria o maior potencial de sediar a competição, com direito a declarações públicas falando abertamente sobre o tema, é o Chile.

Soccer 300x250

Leia mais: “Novo Riquelme!” Joia da base do Racing é alvo de gigante espanhol
Ex-Corinthians é tratado com irrelevância em vídeo comemorativo do River Plate

No último dia 18 de maio (data anterior até mesmo a oficialização de que a Colômbia não seria mais uma das sedes da competição por conta dos problemas sociais), o presidente da Associação Nacional de Futebol Profissional (ANFP), Pablo Milad, pontuou que já havia até mesmo conversado com o presidente da Confederação Sul-Americana de Futebol, Alejandro Domínguez, para se colocar à disposição em caso de necessidade.

Tamanho era o interesse em se colocar como alternativa que, na projeção feita pelo dirigente, a ideia era conseguir manter o cronograma sendo avisado até mesmo com somente 15 dias de antecedência do início das partidas.

“Nós temos a disposição e as equipes para organizar essa Copa América o quanto antes possível. O Governo mostrou-se à disposição publicamente para poder nos apoiar na organização. Aqui se requer muita logística, não mais que isso. Não temos uma comunicação contínua com a Conmebol, mas eu falei com o presidente (Alejandro Domínguez) para dizer que estamos aqui”, disse Milad na oportunidade.

“Já mostrou a disposição o Governo e isso é muito importante. Durante todo o ano, estamos revisando e analisando a parte logística das equipes que vem ao Chile. Nisso, não temos problemas para organizar um evento dessa magnitude, apesar do tempo. Temos a estrutura e a organização. O planejamento é rápido porque o Chile já tem experiência. Se nos avisarem duas semanas ou 20 dias antes, vamos estar capacitados para levar bem a Copa América”, completou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O Futebol Latino sabe que a alegria do esporte bretão do continente americano é bem mais do que Brasil, Argentina e Uruguai. Isso porque o amante da bola quer mesmo é saber de tudo, desde a final do Brasileirão até a 5a rodada do Peruano, com a mesma seriedade e com a mesma paixão. Leia Mais

Entre em contato conosco: comercial@futebolatino.com.br

© Futebol Latino - Todos os Direitos Reservados - 2019 | Por Diegão ©

error: Futebol Latino 2019