Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Como ficou o Dorados de Sinaloa após a saída de Maradona?

Foto: AFP

No segundo semestre de 2018, Diego Maradona foi contratado pelo Dorados de Sinaloa e teve um desempenho excelente como técnico. Após encontrar o time na lanterna do Ascenso MX, o argentino recuperou o ânimo do grupo e o levou a final do Apertura, onde foi derrotado pelo Atlético San Luís.



Leia Mais: Atacante relembra o dia que por muito pouco não agrediu Jorge Sampaoli
Bicampeão da Libertadores está internado na Espanha com Covid-19

No Clausura o panorama foi praticamente o mesmo. Devido a um problema de saúde, o comandante retomou o comando da equipe com a competição em andamento e repetiu a campanha. Tirou o Dorados de Sinaloa das últimas colocações ficou com o vice-campeonato ao novamente ser derrotado pelo Atlético San Luís.

Apesar da idolatria dos torcedores e grupo de jogadores, Maradona optou por encerrar o seu ciclo e sair em alta com todos os setores do clube.

Quase um ano depois da saída de Díos, o situação do Dorados de Sinaloa é pior. No primeiro torneio, sem Maradona, o time ficou na nona colocação do Apertura 2019. O principal pecado foi a falta de resultados nas últimas cinco partidas, que impediu uma classificação para os playoffs.

No Clausura, após oito rodadas disputadas, antes da pausa por conta do coronavírus, o Dorados de Sinaloa está na penúltima colocação, com apenas cinco pontos. Caso sonhe com uma classificação para os playoffs, o time precisa vencer os três duelos que restam e torcer por uma imensa combinação de resultados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019