Foto: Divulgação

A Libertadores da América ainda não embalou e o Tribunal da Conmebol já deu o ar da graça. Na noite da última segunda-feira, o Barcelona de Guayaquil foi punido por conta da escalação irregular do volante Sebastián Pérez, fora do prazo, e perdeu na justiça por 3 a 0. Vale lembrar que, no campo, o time equatoriano venceu por 2 a 1.

Defenso aciona a Conmebol por escalação irregular de ex-Boca na Libertadores
Sem vencer em 2019, Tigre anuncia demissão de técnico

Ciente da inscrição irregular, o time uruguaio apresentou a denúncia e a entidade máxima do futebol sul-americano não titubeou e resolveu punir a equipe equatoriana.

O duelo da volta entre as equipes acontece nesta terça-feira, a partir das 21h30 (Horário de Brasília) e o Futebol Latino acompanha o confronto.

Confira abaixo o comunicado da Conmebol

1. Aceitar o protesto apresentado pelo Defensor Sporting Club na data 7 de fevereiro de 2019, em relação à escalação irregular do jogador Sebastian Perez Cardona, do Barcelona Sporting Club, na partida disputada em 6 de fevereiro de 2019, entre as equipes Defensor Sporting Club e Barcelona Sporting Club, correspondente à fase 2 (jogo de ida) da Conmebol Libertadores 2019

2. Declarar como perdedor o Barcelona Sporting Clube do jogo disputado no dia 6 de fevereiro de 2019, entre as equipes Defensor Sporting Club e Barcelona Sporting Club, correspondente à partida de ida da fase 2 da Conmebol Libertadores 2019; e, em consequência

3. Determinar o resultado de 3 a 0 a favor do Defensor Sporting Clube, conforme artigo 19.1 do Regulamento Disciplinar da Conmebol

4. Comunicar ao Defensor Sporting Club, ao Barcelona Sporting Club e à direção de competições de clubes da Conmebol
Contra esta decisão, cabe recurso ante à Câmara de Apelações da Conmebol no prazo de sete dias corridos, a partir do dia seguinte à notificação dos fundamentos da decisão, conforme artigo 63.3 do Regulamento Disciplinar da Conmebol. Dito recurso será sem efeito suspensivo.

O recurso deverá cumprir com as formalidades exigidas nos artigos 59 e seguintes do Regulamento Disciplinar da Conmebol. Conforme o artigo 63.5 do Regulamento Disciplinar da Conmebol, a taxa de apelação de US$ 1 mil será abonada mediante transferência bancária.

Eduardo Gross Brown, presidente

Amarilis Belisario, vice-presidente