Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Conmebol se confunde em relação ao bicampeonato do Chile na Copa América; Entenda

Entidade foi questionada pela imprensa e revelou que a edição de 2016 é considerado como torneio comemorativo e deixou no ar se a Roja é bi continental
''analise-fl-chile-crescimento-competicao-pediu-Futebol-Latino-27-06

Como se não fosse possível a Conmebol criar mais polêmicas em relação aos seus afiliados, a entidade que toma conta do futebol no continente conseguiu se superar e às vésperas das quartas de final da Copa América, comprou briga com o Chile.

Leia Mais: No Uruguai, Nández é cotado para entrar no lugar de Lodeiro
Rival do Fla na Libertadores, Emelec tem proposta negada por atacante

No troféu do torneio continental, a bandeira do país aparece apenas uma vez (edição 2015). O fato gerou curiosidade da imprensa local, que foi questionar a Conmebol sobre o caso, já que o título da Copa América 2016 não era exaltado na taça.

Para a surpresa de todos a edição de 2016, que foi intitulada de Copa América do Centenário, é considerada uma edição “comemorativa”.

“A Copa América do Centenário foi única e o Chile ficou com o título. Ela não vale como a tradicional Copa América, que o ganhador fica com a réplica do troféu. Isso não significa que o Chile não seja bicampeão, mas não é o mesmo troféu”, declarou a Conmebol em comunicado ao jornal El Mercurio.

“A edição de 2016 foi comemorativa, ela não é uma competição normal, como a atual que faz parte do nosso calendário e é disputada de quatro em quatro anos”, completou.

Copa América 2016

Disputada nos Estados Unidos, o torneio comemorou os 100 anos da Conmebol e contou com a presença de países da Concacaf. Na final, o Chile empatou sem gols com a Argentina e venceu nos pênaltis por 4 a 2.

error: Futebol Latino 2019