Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Cria do Grêmio, Tetê é observado para reforçar o Milan

cria-do-gremio-tete-e-observado-para-reforcar-o-milan-Futebol-Latino-25-11
Foto: Divulgação/Shakhtar Donetsk

Se na equipe profissional do Grêmio o jovem Tetê, aos 19 anos de idade, parece ter rapidamente absorvido o estilo de jogou europeu estando há nove meses vestindo a camisa do Shakhtar Donetsk (Ucrânia) e já chamando a atenção de outro clube no Velho Continente com suas 23 partidas e oito gols.

Leia mais: Dybala discorda sobre ter “desvantagem” por concorrer com Messi e CR7
Lenda sul-americana marca quatro gols e decide clássico no Paraguai

O jornal gaúcho Zero Hora veiculou a informação de que o Milan (Itália) está interessado em adquirir os direitos do atleta que, apesar de prioritariamente pertencer ao time ucraniano, ainda tem 15% dos seus direitos econômicos ligados ao Imortal.

O empresário de Tetê, Pablo Bueno, chegou inclusive a falar de maneira bastante sincera e direta ao portal Globo Esporte que, apesar de representantes do clube italiano terem lhe procurado acerca da chance de negócio, a tendência é que as tratativas sejam endurecidas por parte do clube de Donetsk que conta com situação financeira onde pode se colocar como privilegiado:



“O Milan já tentou contratar o Tetê na outra janela de transferências (no meio do ano) e não conseguiu. O Shakhtar é um clube com muito dinheiro e difícil de negociar. Para conseguir, eles vão ter que subir bastante o valor. O Milan já tentou contratar o Tetê na outra janela de transferências (no meio do ano) e não conseguiu. O Shakhtar é um clube com muito dinheiro e difícil de negociar. Para conseguir, eles vão ter que subir bastante o valor.”

A informação inicial é que o negócio tem sido tratado como superior a casa dos 30 milhões de euros, algo na linha dos R$ 138 milhões. Essa quantia seria três vezes mais do que o Shakhtar, em fevereiro desse ano, pagou ao Grêmio para levar Tetê à Ucrânia.

Caso se confirme a transação, o Tricolor dos Pampas terá direito ao valor pago pelos 15% dos direitos econômicos do atleta mais o chamado Mecanismo de Solidariedade da Fifa que coloca o time brasileiro tendo de receber 3% do valor total da transferência.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *