Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

De Rossi convive com questionamentos dentro do Boca Juniors

Foto: Divulgação/Boca Juniors

Dispensado pela Roma, Daniele De Rossi chegou ao Boca Juniors cercado de expectativa e com o status de principal reforço da temporada para ajudar a equipe na disputa da Superliga Argentina e Libertadores da América.

Leia Mais: Ricardo Gareca dá declaração curiosa sobre Christian Cueva
Zagueiro faz crítica a postagem de presidente da Argentina

Pouco mais de três meses depois da sua chegada, o volante ainda não conseguiu engrenar. Um dos motivos é o técnico Gustavo Alfaro, que vê o meio-campista em processo de adaptação ao futebol local e não o coloca para atuar com frequência.

Porém, o principal motivo do momento é a questão física do italiano. Duas semanas antes do primeiro jogo pela semifinal da Libertadores, diante do River Plate, o volante sentiu uma lesão muscular na perna direita e até agora não se recuperou.

Inicialmente, a expectativa era que ele retornasse após o jogo no Monumental e estaria apto a defender o Boca na La Bombonera, mas ao que tudo indica, a previsão não será cumprida.

Com dificuldades para retomar a forma física, De Rossi é visto internamente como carta fora do baralho e existe suspeita sobre a sua real possibilidade de render dentro de campo pelo gigante argentino.

De olho no confronto contra o maior rival, Gustavo Alfaro começa a projetar a equipe e, sem o seu principal astro, que poderia dar raça e técnica no meio-campo, Iván Marcone é o favorito para ficar com a vaga.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019