Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Declaração de Isla no Flamengo causou incômodo no Boca Juniors; Entenda

Foto: Divulgação/Flamengo

Na última semana, o Flamengo agiu rápido nos bastidores e acertou a contratação de Mauricio Isla para substituir Rafinha, que deixou o time brasileiro e acertou com o Olympiacos, da Grécia.



Leia Mais: Atenção São Paulo! Conmebol tira mando de campo do Binacional na Libertadores
Muitas “barbadas” na semana com bola rolando na Copa do Brasil

Se muitos ficaram impressionados pela agilidade da diretoria brasileira, no Boca Juniors a surpresa foi ainda maior, pois o clube passou os últimos sete meses sonhando com a chegada do chileno.

O primeiro contato foi realizado no começo do ano, quando Riquelme ligou para Isla e ambos bateram um longo papo por telefone. Na ocasião, o convite foi concretizado e a resposta do lateral era que iria esperar o seu contrato com o Fenerbahce encerrar.

Assim que Isla ficou livre no mercado, o Boca Juniors voltou a ativa na negociação e tentou acertar a contratação, mas a negociação emperrou e a decisão na La Bombonera foi não forçar a barra.

Declaração indigesta

De acordo com o canal TyC Sports, a declaração de Isla que não pensou duas vezes ao receber o convite do Flamengo, causou um grande mal-estar dentro do Boca Juniors. Durante a negociação entre as partes, o lateral havia deixado claro que a sua escolha na América ficaria entre Xeneize e La U, mas não teria cumprido com a sua palavra ao acertar com o Fla.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *