Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Jogador do Estudiantes revela passagem na final do Mundial contra o Barcelona

Foto: Divulgação

Se na memória do torcedor brasileiro está a atuação do Flamengo diante do Liverpool, o Estudiantes de La Plata, então campeão da Libertadores na temporada 2009, deu muito mais trabalho ao Barcelona na final do Mundial de Clubes daquele ano.



Leia Mais: Atualização de preço dos atletas mais valiosos da Sul-Americana
Atualização de preço dos atletas mais valiosos da Libertadores

Na ocasião, o time que tinha Sebastián Verón como maestro, chegou a abrir o placar através de Boselli e fez o Barça suar sangue para conseguir a reação, que só veio nos minutos finais do segundo tempo.

Um dos personagens daquela decisão foi o zagueiro Germán Ré, que ajudou o Pincha a segurar as investidas de Messi e Cia. Na última quarta-feira à noite, ele concedeu entrevista à rádio FM 94.7 e contou bastidores da partida.

“Não queriam trocas camisetas. Estavam irritados. Não esperavam tanta dificuldade na partida. Nós fechamos todas as portas ao longo do confronto”, declarou.

“O que mais ficou na minha memória foi a nossa atuação como equipe. Acredito que nos últimos anos fomos um dos melhores times da América do Sul diante do rival europeu. Nós fizemos de tudo para ganhar, mas aquele gol de empate nos acréscimos mudou a nossa história”, completou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019